sábado, 31 de julho de 2010

PARABÉNS PIRACICABA PELOS 243 ANOS!!! (minha homenagem)


Neste domingo, 01 de agosto de 2010, Piracicaba completa 243 anos. Desejo, através deste pequeno texto, homenagear a cidade onde estou morando atualmente, a qual seus habitantes me tem acolhido com carinho e ternura.
Lembrando o início da música "Piracicaba", interpretada por Tonico e Tinoco, que diz: “Piracicaba, que eu adoro tanto, cheia de flores, cheia de encanto...”, compartilho sobre um dos maiores encantos da cidade em minha opinião... o rio. Um pouquinho de história... 
Piracicaba é uma palavra indígena que significa "lugar onde o peixe pára”, uma referência ao salto (quedas do rio) que bloqueia a piracema dos peixes. A primeira tentativa de desbravar estas terras foi em 1693, com Pedro Moraes de Cavalcanti, porém não resultou em povoamento. Com a descoberta do ouro em Cuiabá, construiu-se uma estrada que pudesse ligar São Paulo à estas minas em Mato Grosso. Esta estrada, construída em 1725 por Luiz Pedroso de Barros, passou por esta região.
Porém, foi em 01 de agosto de 1767 que oficialmente foi instalada, pelo capitão Antônio Correa Barbosa, um novo povoado às margens do Rio Piracicaba. Mas foi em 31 de outubro de 1821, quando este povoado foi elevado à condição de Vila, que recebeu o nome de “Vila Nova da Constituição”. Este nome foi uma homenagem à Constituição portuguesa promulgada naquele ano. No dia 24 de abril de 1856 a Vila foi promovida à cidade e em 13 de agosto de 1877, por petição do vereador Prudente de Moraes a cidade passa a se chamar, oficialmente, como já o era no cotidiano dos moradores, Piracicaba (lugar onde o peixe pára).
Gostaria de aproveitar a oportunidade desta data festiva para dizer que diante do salto não somente os peixes na piracema param. Ali também é o lugar onde homens e mulheres, sensíveis à beleza natural do rio, param para contemplá-lo. Tenho a oportunidade de morar bem pertinho do rio e contemplá-lo da sacada de meu apartamento. Em alguns momentos tenho a oportunidade de passear com a família às suas margens ou até mesmo comer um delicioso prato, o meu predileto - posta filhote, nos restaurantes da Rua do Porto.
Há muito a se destacar nesta bela cidade, porém nesta ocasião, destaco o lugar onde o peixe e todas as pessoas de bom gosto param... no salto do Rio de Piracicaba.
Um abraço a todos os piracicabanos que me tem acolhido nesta maravilhosa cidade e em especial àqueles e àquelas aos quais pastoreio, formal ou informalmente.
Feliz aniversário Piracicaba...
Paulo Dias Nogueira

quarta-feira, 28 de julho de 2010

POR OCASIÃO DO DIA DO AGRICULTOR (Minha Homenagem)


Hoje, ao ler as manchetes do jornal, verifiquei que era o DIA DO AGRICULTOR. Esta profissão tão antiga e tão importante merece ser homenageada. Lembrei-me que num determinado momento de seu ministério Jesus chamou o Pai (Deus) de Agricultor.

Esta é uma figura de linguagem muito utilizada pelos judeus. No Antigo Testamento por várias vezes Deus é comparado ao viticultor que cuida com zelo de sua vinha (Israel). Um texto emblemático que nos apresenta esta figura de linguagem é o de Is 5,1-7.

Desejo, portanto, através desta breve reflexão homenagear todos os agricultores e agricultoras, que no plano espiritual precisam aprender a se posicionar como “PLANTAS OBEDIENTES”, diante do maior agricultor do universo. Não tive condições de escrever antes deste horário, mas meu coração estava meditando sobre este tema o dia todo. 


Desejo que você esteja sensível ao que vou partilhar logo abaixo.


REUNIÃO DE ORAÇÃO (Catedral Metodista de Piracicaba) ...... Refletindo sobre o medo


Ontem em nossa reunião de oração contamos com a participação do irmão Gustavo Alvim no momento da partilha da Palavra. Após apresentar uma lista de medos que parecem comuns há muitas pessoas (medo de viajar de avião, medo de perder dinheiro, medo de não ser aceito... etc), ele afirmou que o medo nem sempre é ruim, pois em muitos momentos ele é benéfico levando-nos a ter precauções diante do perigo. O problema é quando ele nos paralisa, impedindo de viver melhor. Compartilhou que o medo é algo que aprendemos desde muito cedo em nossa vida. Citou o fato de que as historinhas infantis e canções de ninar já apresentam o bicho papão, a cuca, o lobo mau, etc.  
Afirmou que a Bíblia está repleta de mensagens que nos ajudam na superação do medo. Trouxe à memória de todos/as o texto bíblico de João 4.18: “... o perfeito amor lança fora todo medo”. Citou, também, vários outros textos bíblicos, dos quais anotei: Sl 56.11; Isaías 41.10; Dn 10,12. Lembrou o fato de Jesus ter afirmado por várias vezes a seus discípulos a expressão “não temais”. Esta expressão utilizada por Jesus também é encontrada em muitas outras partes da Bíblia. Não temais significa confiar plenamente em Deus, recusando-se a se entregar ao medo. Existem na Bíblia muitos versículos de encorajamento. Dentre eles o salmo 46,1-3 é um bom exemplo.Para o irmão Gustavo, estes versículos são poderosos “antídotos” para os momentos de medo. Eles fortalecem nos tempos de tribulação. Nossa reunião teve um momento de reflexão muito rico e profundo. Que o Senhor abençoe o irmão Gustavo em seu ministério docente e todos os participantes de nossa amada reunião de oração.

terça-feira, 27 de julho de 2010

REVITALIZAÇÃO DOS CULTOS - Ministério de Liturgia................ Catedral Metodista de Piracicaba





Como parte do Projeto de Revitalização da Catedral Metodista de Piracicaba, foi reativado o Ministério de Liturgia. Após dois meses de funcionamento já são vistos os resultados da ação deste ministério. Mais irmãos e irmãs estão se inscrevendo no ministério e já participaram da última reunião.
Para possibilitar a participação de mais pessoas no ministério, as reuniões foram mudadas para terças-feiras das 16h às 17h30 (após a reunião de oração). Estiveram presentes na última reunião: Adolfo Beismann, Alexsandro Fernandes, Ana Teresa, Cloris Alessi, Darlene Schützer, Djanira Mattiazo, Ester Bezerra, Ivonete Beismann, Maria José, Naly Guimarães, Paulo Dias Nogueira, Rodrigo Bombach. 
Na reunião da próxima semana (03.08), eu fiquei responsável por ministrar um breve curso de introdução à liturgia. Alguns irmãos e irmãs são iniciantes nesta ação ministerial e necessitam de capacitação para exercerem melhor o ministério que o Senhor lhes confiou. Postarei no blog alguns materiais que utilizarei neste brevíssimo curso de introdução a liturgia.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

CULTO VESPERTINO - Participações especiais e Sermão


Após merecidas férias, o Coral Rev. James Willian Koger retornou nesta semana às suas atividades ministeriais. No culto de ontem à noite participaram com duas belas canções: “Os céus declaram a glória de Deus” e o “Salmo 23”. Uma novidade trazida pelo coral foi a de ensinar novos hinos à congregação. Ontem foi ensinado o hino Fonte de todo o bem, no 323 do Hinário Evangélico, cuja letra diz:
1. A terra semeamos a fim de nos dar pão,
Mas Deus é quem a nutre com benfazeja mão;
Ele é quem manda o frio, A calma no verão,
A chuva e o doce orvalho, E a fresca viração.

De todo bem a fonte É  nosso bom Senhor,
Louvai a Deus, Por todo o seu amor.
2. O Criador de tudo, Que perto ou longe está,
Colora a flor silvestre E à estrela o brilho dá.
Os ventos lhe obedecem, E o bravo mar também,
As frágeis avezinhas O seu cuidado têm.

De todo bem a fonte É  nosso bom Senhor,
Louvai a Deus, Por todo o seu amor.

3. A nós, porém, seus filhos,   Revela mais amor,
Mandando-nos à terra Jesus, o Salvador,
Dotando-nos em Cristo De tudo quanto tem,
Fazendo-nos herdeiros De Deus, o Sumo Bem.


De todo bem a fonte É  nosso bom Senhor,
Louvai a Deus, Por todo o seu amor.



Os textos bíblicos utilizados foram os propostos pelo Lecionário Cristão: 1ª) Gn 18.20-32, 2ª) Cl 2.6-15, Evangelho) Lucas 11.1-13 e o Salmo 138. À luz do texto de Gn 18.20-32, que apresenta a história de Abraão intercedendo pelas cidades de Sodoma e Gomorra, preparei um sermão sobre o ministério de oração e intercessão do cristão.


SERMÃO:
Após a leitura bíblica de 1Pe 2.9 que ressalta o ministério sacerdotal de cada crente, convidei os presentes a refletirem sobre o papel do sumo sacerdote nos dias do Antigo Testamento. Destaquei seu papel intercessório e principalmente o simbolismo de suas vestimentas. Expliquei o que significava o Éfode, um peitoral com 12 pedras diferentes, sendo que cada uma delas representava uma das tribos de Israel.
Quando o sumo sacerdote entrava do tabernáculo (depois no templo) para ministrar na presença de Deus, ele levava consigo, bem perto do coração todas as tribos de Israel. Assim como o sumo sacerdote no passado, nós sacerdotes do presente, podemos e devemos interceder em favor das pessoas.
O apelo final e chamada ao altar foi baseada nas seguintes perguntas: Você tem dedicado tempo para sua vida de oração? Suas orações giram entorno de si mesmo e de suas necessidades? Você gostaria, nesta noite, de selar o propósito de dedicar tempo em oração em favor de outras pessoas? Você deseja ser um intercessor em nome do Senhor?
Diante dessas perguntas vários irmãos e irmãs responderam positivamente ao desafio bíblico e vieram ao altar para um momento de fé e compromisso. Que Deus nos abençoe em nosso ministério intercessório. Porém, devemos ter um vida de orAÇÃO, ou seja, orar + ação. Devemos pedir ao Senhor, mas também, consultar nossas forças e capacidade de ajudar nosso próximo. Podemos e devemos orar e agir em favor do próximo. Que nosso ministério de oração e intercessão, ande de mãos dadas com o ministério de solidariedade.
Encerramos o culto entoando o tradicional hino: Despedida, no 498 do Hinário Evangélico:
1. Deus vos guarde pelo seu poder, Protegidos, abençoados, 
Desfrutando os seus cuidados, Deus vos guarde pelo seu poder.

Pelo seu poder e no seu amor, Estaremos todos com Jesus,
Pelo seu poder e no seu amor, Oh! que Deus nos guarde em seu amor!


2. Deus vos guarde para o seu louvor, Consolados e contentes, 
Achegados sempre aos crentes, Deus vos guarde para o seu louvor.

3. Deus vos guarde bem no seu amor, No trabalho glorioso, 
Para o dia venturoso, Deus vos guarde bem no seu amor.


A oração final e a bênção foram realizadas pela Revda. Maria Imaculada, pastora em Amambaí-MS, que estava visitando a igreja. O culto foi um bênção... momentos de grande enlevo espiritual.

O QUE É LECIONÁRIO COMUM?


Reconhecendo que muitos leitores deste blog possam não entender o porque utilizo e cito nas liturgias dos cultos e em meus sermões o Lecionário Comum, aproveito este espaço para de forma pedagógica apresentar-lhes esta importante metodologia de leitura e reflexão da Palavra de Deus.
Lecionário é uma lista de textos das Escrituras Sagradas (chamadas lectio – leitura) recomendadas para leitura em um dia em particular. Convencionou-se a utilização de quatro leituras principais, a saber: uma leitura do Antigo Testamento (Bíblia Hebraica), um Salmo, uma leitura das epístolas e uma leitura dos Evangelhos.
A seleção dos textos é feita com o objetivo de possibilitar uma leitura panorâmica da Bíblia, em três anos. Onde a ordem obedece uma seqüência inspirada nos evangelhos, privilegiando, no ano A, o Evangelho de Mateus; no ano B, o de Marcos; no C, o de Lucas; e o Evangelho de João é reservado para  as datas festivas, tais como Natal e Páscoa.
Sua organização leva em conta o Ano Litúrgico. Desde muito cedo na história da igreja, elaborou-se um calendário específico que não simplesmente contasse o tempo de acordo com as estações naturais, mas que baseado nas “estações” da vida de Cristo auxiliasse os cristãos no conhecimento do propósito de Deus para a humanidade. Segundo o Rev. Luis Carlos Ramos, professor de liturgia e pregação da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, o lecionário trienal, em sua versão ecumênica, reformulada na década de 1970, tem sido adotado pelos pastores e pastoras das principais igrejas cristãs em todo o mundo (Anuário Litúrgico 2010 - p.343 - dados bibliográficos citado abaixo).
A vantagem em se ter um plano de leitura da Bíblia na preparação da liturgia e da pregação é que não se omite temas e textos importantes da Palavra de Deus. Quando não se tem um plano de leitura, corre-se o risco do culto e da pregação se tornarem reféns das demandas do cotidiano. Porém, não significa que devamos ignorar estas demandas do presente, mas sim, nos negarmos a ser reféns delas. Nossa mensagem é maior.
Cabe, portanto, ao pregador e aos responsáveis pela liturgia a sensibilidade do quando se deve romper com as leituras do Lecionário para responder à necessidades mais emergentes. O equilíbrio e o bom senso podem ser bons companheiros nesta decisão.
Seguir o Calendário Litúrgico, bem como, as propostas de leituras do Lecionário Comum, é manter-se em sincronia e unidade com o resto do Corpo de Cristo espalhado por toda a Terra. Pois os mesmos textos lidos e pregados em nossos cultos dominicais, serão utilizados nos cultos de muitas outras igrejas.
Além de utilizar esta metodologia, sou um incentivador para que outros também o façam. Creio piamente que unidos na leitura da Palavra, poderemos nos capacitar melhor para a realização de nossa missão... pregar as BOAS NOVAS. A Faculdade de Teologia da Igreja Metodista publica todos os anos uma agenda, intitulada anuário litúrgico, que apresenta as leituras bíblicas dominicais propostas pelo Lecionário Comum, bem como todas as indicações do Calendário Litúrgico (Anuário Litúrgico 2010 / Org. Luiz Carlos Ramos. SBCampo: EDITEO, 2009).
Se conseguirmos ler a Bíblia de forma mais comum e conjuntamente, preparando estudos e sermões que fossem socializados, poderíamos nos afinar mais como cristãos e romper boa parte de nossos preconceitos e divisionismos. Como pode o Corpo de Cristo estar tão dividido? Uma das possibilidades de iniciarmos um plano de restauração da unidade é nos propormos a ler a Santa Palavra de forma mais uníssona... o Lecionário é uma possibilidade. Se você quiser conhecer mais sobre o tema, me escreva: revpdn@gmail.com
Que Deus nos abençoe!

BATISMO - Júlia e Joana (Culto Matutino)


Ontem, no culto matutino, tive a oportunidade de batizar mais duas crianças. A JÚLIA, filha da Andrea e do Steven Woodruff e a JOANA, FILHA DA Mônica e do Romualdo. As duas são primas, uma com 07 anos (Júlia) e a outra com 2 anos (Joana). O Momento foi oportuno, pois a Júlia, que mora em Atlanta (EUA), está passando suas férias aqui no Brasil e sua mãe, Andrea que veio com ela, é a madrinha que Monica e Romualdo escolheram para Joana. Foi um reencontro da família e momento oportuno de celebrar a bênção sobre estas crianças. Ao meu lado no momento do batismo, estava o Pastor Dernival Santana, avô das duas. Foi ele que em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo batizou cada uma das netas. Foi muito bonita e edificante a cerimônia.
Assim como faço em todos os batismos infantis, compus uma oração em acróstico com o nome das meninas. No caso da Júlia, uma oração pela família agradecendo a oportunidade de entre tantas celebrações familiares durante estas férias a de batizá-la.  Já no acróstico da Joana a oração feita pelos familiares foi de intercessão por seus pais, utilizando a analogia de Jardineiros que cuidam das plantinhas que Deus lhes confiou, Marcos e Joana.
Foi um domingo maravilhoso de reencontro da família, mas acima de tudo podemos afirmar que foi um domingo de compromisso... COM + PRO + MISSO = com: estar junto + pro: em favor de + misso: missão... portanto, compromisso= juntos em favor da missão. Os adultos que participaram da celebração assumiram o compromisso de não atrapalharem as crianças de se aproximarem de Deus e de seu Reino. Desejo a toda a família as mais ricas bênçãos dos céus. As duas ovelhinhas que batizei, desejo que cresçam em estatura e graça diante dos homens e de Deus.


2010 07 25 julia e joana

CULTO MATUTINO - sermão e participações


Ontem, o 9º Domingo após o Pentecostes, o Lecionário Cristão nos propôs as seguintes leituras bíblicas: 1ª) Gn 18.20-32, 2ª) Cl 2.6-15, Evangelho) Lucas 11.1-13 e o Salmo 138. Textos propícios para se refletir sobre a oração. Diante disso, o Ministério de Liturgia, sensibilizado pelo Espírito do Senhor, propôs o tema “SENHOR, ENSINA-NOS A ORAR”, que foi utilizado nas duas celebrações (matutina e a vespertina).
Pela manhã tivemos algumas participações especiais: O prelúdio foi realizado pelo irmão Paulo Caiuá, que solou no violão o cântico “Ao orarmos, Senhor”, preparando todos para o início do culto. Após o momento de oração silenciosa, foi realizado um interlúdio instrumental (dueto piano e flauta) pelas irmãs Joanice e Hanna, interpretando o hino, “Bendita hora de oração”. Após o sermão (citado abaixo), que foi um convite à prática da oração, foi apresentado a “Oração do Pai nosso dialogada”, pelos irmãos Adolpho e Darlene (clique aqui e veja o texto utilizado). Foi um culto maravilhoso e de grande enlevo espiritual. Que Deus nos abençoe!

sábado, 24 de julho de 2010

MINISTÉRIO DA MÚSICA - Projeto de Revitalização da Catedral... Eleição da coordenadoria (triunvirato): Paulo Caiuá, Sonia Dechen e Vera Cantoni


Como parte do Projeto de Revitalização de nossa igreja local, o Ministério de Música reuniu-se hoje (24.07) das 15h às 16h45 para dialogar e planejar suas ações. Após levantar várias possibilidades de ação, o grupo entendeu ser necessário eleger a coordenação que liderará este processo. Os membros do ministério optaram por uma coordenação compartilhada entre os três líderes de música da Catedral: Sonia Dechen (Maestrina do Coral), Paulo Caiuá (Coordenador do Grupo Musical) e Vera Cantoni (Coordenadora dos/as Organistas). O processo de revitalização da música na Catedral está sob a coordenação deste triunvirato, que marcará reuniões periódicas com todos os envolvidos e então elaborarão o Plano de Ação Ministerial.

“Aleluia! Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento, obra do seu poder. Louvai-o pelos seus poderosos feitos; louvai-o consoante a sua muita grandeza. Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa. Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas. Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes. Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!” (Salmo 150)

Como nos ensina o Salmo 150, o nosso louvor (a nossa música) não deve ficar restrita ao templo. O Salmo afirma: louvai a Deus no templo, mas também, em todo o firmamento que Ele criou. O Rev. Luiz Carlos Ramos em seu livro recém lançado, intitulado “TODO SER QUE RESPIRA... A missão da música na igreja” (SBCampo:Editeo/São Paulo:CONEC, 2010) afirma:  

... o lugar certo para adorarmos a Deus é qualquer lugar sob o céu, ou seja: ‘no firmamento’. Não é o espaço que condiciona o culto, mas o culto que define o espaço. É bom que tenhamos edifícios próprios para adorarmos, mas nunca devemos nos esquecer que, independente do lugar, “os verdadeiros adoradores adoram o Pai em espírito e em verdade” (Jo 4:23).



Que Deus abençoe o ministério de música da Catedral. Que O Senhor abençoe nossa igreja através deste importante ministério.

CATEDRAL METODISTA DE PIRACICABA - MENSAGEIRO 25.07.10

Mensageiro é o Boletim Semanal da Catedral Metodista de Piracicaba. Além dos avisos compartilho através dele uma Palavra Pastoral a cada edição. A partir de agora estarei postando sua versão on line aqui no blog. Boa leitura!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

VISITA AO AMIGO E IRMÃO MARCOS MAGAGNATTO

No início da tarde estive visitando um amigo e irmão... MARCOS MAGAGNATTO. Ele sofreu um atropelamento há alguns dias atrás e necessitou de tratamentos médicos e hospitalares. Quando de sua internação foi necessária uma cirurgia para implantação de pinos no ombro esquerdo. Voltou para a casa com os dois braços engessados e dores no corpo. Hoje pela manhã ele foi ao hospital para retirar as talas do braço esquerdo, porém, necessitará ficar mais alguns dias com o gesso do braço direito. Os hematomas do rosto diminuíram (quase desapareceram).
Tivemos um momento agradável de diálogo, leitura bíblica e oração. Fiz a leitura do Sl 121 e destaquei a expressão do salmista: “O Senhor é a tua sombra à tua direita”.  Assim como não conseguimos fugir de nossa sombra, pois ela está sempre conosco, assim também com respeito ao SENHOR. Ele sempre estará ao nosso lado.
Suas noites não tem sido fáceis, pois tem sido difícil arrumar uma posição confortável na cama. Ele é uma das ovelhas que Deus, o Pastor-mor, me confiou e como seu pastor quero ser uma benção em sua vida. Peço a Deus que também abençoe sua mãe D. Hermelinda, pois ela é quem tem cuidado dia e noite do Marcos. Que o Senhor renove as suas forças.




Abraços ao amigo, irmão e ovelha, Marcos Magagnatto.

PAI NOSSO - uma oração dialogada

Motivados pelos textos bíblicos propostos pelo "Lecionário Comum", o Ministério de Liturgia da Catedral Metodista de Piracicaba escolheu como tema para o culto matutino do próximo domingo (25.07), ORAÇÃO. 
O texto do Evangelho é o de Lucas 11.1-13, onde Jesus ensina seus discípulos a orar. Este será o texto utilizado para o sermão. Como parte integrante do sermão, teremos uma leitura dramatizada do texto abaixo, onde uma mulher começa a orar o Pai Nosso e derrepente... (cenas do próximo capítulo... leia o texto) Utilize-o também em um dos cultos de sua igreja local para ajudar na reflexão deste importante tema... ORAÇÃO. O sermão eu divido depois... aguarde!


CLIQUE ABAIXO E LEIA

quarta-feira, 21 de julho de 2010

GAIVOTA - Julho e Agosto de 2010

GAIVOTA é o orgão oficial da Sociedade de Mulheres da Catedral Metodista de Piracicaba. Sua publicação é bimestral e seu formato o de um jornal. O seu conteúdo, além das noticias da SMM e da Catedral, apresenta mensagens de edificação, curiosidades, utilidade pública e muita graça divina. Além de pastorear a igreja, tenho a alegria de ser um dos fotógrafos oficiais da Gaivota. Tenho sido tremendamente abençoado através desta literatura. Parabenizo a redatora, irmã Vera Baggio Alvim, e toda a equipe de trabalho. Convido você a dar uma olhadinha na GAIVOTA deste bimestre. 

Clique e veja outras postagens de Paulo Dias Nogueira.

REUNIÃO DE ORAÇÃO (Catedral Metodista de Piracicaba) ... Momentos de comunhão, intercessão e missão

Ontem, das 14h30 às 16h, realizamos nossa Reunião de Oração. Foi um momento muito agradável e de grande enlevo espiritual. Após momentos de louvor e adoração tivemos a oportunidade de ouvir uma mensagem através da irmã Cléia Rivero. Baseada na história de Zaqueu, ela partilhou sobre sua experiência de conversão ocorrida há 35 anos atrás. 
Logo após dedicamos tempo para os pedidos de oração e momentos preciosos de conversa com Deus (oração). Ao final tivemos um momento muito gostoso de confraternização, lanchando e conversando um pouco. Que bom termos estes momentos de comunhão com Deus e com nossos irmãos e irmãs. Que Deus abençoe a Sociedade de Mulheres da Catedral Metodista de Piracicaba, responsáveis por esta importante atividade da igreja.

MINISTÉRIO DE LITURGIA DA CATEDRAL METODISTA DE PIRACICABA

O Ministério de Liturgia da Catedral Metodista de Piracicaba reuniu-se na segunda-feira (19.07) para preparar o culto dominical matutino do próximo domingo (25.07). Motivados pelos textos bíblicos propostos pelo "Lecionário Comum", o ministério escolheu como tema para o culto a ORAÇÃO. Reconhecendo que mais pessoas poderão participar do ministério se a reunião semanal for transferida para depois da Reunião de Oração, os presentes aprovaram um novo dia para os encontros de preparação dos cultos: terças-feiras das 16 às 17h30. Foi uma reunião muito abençoada!

terça-feira, 20 de julho de 2010

POR OCASIÃO DO DIA DO AMIGO (2010)


Hoje, 20 de julho, é o Dia Internacional do Amigo. Quero aproveitar o espaço deste blog para trazer uma breve reflexão sobre esta data e homenagear meus amigos e amigas.
A idéia em separar um dia para homenagear os amigos surgiu na Argentina através do professor de psicologia, filosofia, história, músico e dentista, Dr. Enrique Ernesto Febbraro. Motivado pelo fato do homem ter superado limites alcançando a Lua, propôs que o dia 20 de julho fosse considerado o “Dia Internacional do Amigo”. Quando Neil Armstrong pisou na Lua e disse “um pequeno passo para o homem e um grande salto para a humanidade”, Dr. Febbraro considerou ser tempo oportuno para se dedicar um dia ao amigo. Segundo ele, o homem ter alcançado a lua era sinal de amizade para com o universo. Momento de cultivar a amizade em todo o universo. Dr. Febbraro foi candidato duas vezes ao prêmio Nobel da Paz.
Muitos anos atrás, bem antes do Dr. Febbraro, um provérbio bíblico já afirmava: “Em todo o tempo ama o amigo, e na angustia se faz o irmão” (Pv 17.17). O maior exemplo de amizade que temos na Bíblia é o próprio Jesus que deu sua vida em favor dos amigos: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” (Jo 15.13). Foi ele quem afirmou que para ser seu amigo é necessário obedecê-lo: “Vos sois meus amigos se fazeis o que eu vos mando” (Jo 15.14).
Desejo que hoje você homenageie seus amigos e amigas, mas não se esqueça de homenagear o melhor amigo, JESUS CRISTO.
Através deste pequeno texto desejo reverenciar meu melhor amigo, Jesus de Nazaré, e também homenagear meus amigos e amigas, dentre eles/as você.
A você amigo/a desejo a paz que excede a toda compreensão humana, paz que só o melhor amigo pode dar, Jesus o Senhor e Salvador da humanidade.
Shalom!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

SERMÃO: Marta e Maria Lc 10 38-42 (18.07.2010)


Este foi o sermão que preguei ontem (18.07.2010) no culto matutino da Catedral Metodista de Piracicaba. Dentre os texto bíblicos propostos pelo Lecionário Comum, utilizei-me do Evangelho para compartilhar sobre a necessidade de investirmos tempo em nossa vida para acolher/hospedar o mestre Jesus.
Nosso tempo nos impõe uma vida acelerada e uma agenda lotada. Nos acostumamos com a correria. Diante disso a pergunta que devemos nos fazer é: "Como é possível em meio a tantas atividades, retirar um tempo para o essencial (vida devocional)?" O objetivo do sermão foi desafiar a congregação a investir  melhor seu tempo devocional... ou seja, seu tempo de acolhimento/hospedagem de Jesus em sua vida. O melhor lugar para ficar é aos seus pés, tal como Maria o fez. 
Leia... reflita... compartilhe com outros. 
Que Deus te abençoe!

Check out this SlideShare Presentation:

sábado, 17 de julho de 2010

Projeto Missionário Uma Semana prá Jesus (PMUSPJ) - Três Lagoas - MS - Participantes da Catedral Metodista de Piracicaba



Então, os que foram dispersos por causa da tribulação que sobreveio a Estêvão se espalharam até à Fenícia, Chipre  e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus. Alguns deles, porém, que eram de Chipre e de Cirene e que foram até Antioquia, falavam também aos gregos, anunciando-lhes o evangelho do Senhor Jesus. A mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo, se converteram ao Senhor.  Atos:19-21


Assim como os irmãos de Chipre e Cirene, muitos metodistas da 5ª Região Eclesiástica encontram-se na cidade de Três Lagoas-MT para partilhar a mensagem do Evangelho.
Este é o XV Projeto Missionário Uma Semana pra Jesus. Este Projeto começou há 15 anos atrás com as Federações de Homens, Mulheres, Jovens e Juvenis. Foi o início da realização de um sonho: sair pelo mundo a pregar o Evangelho de Cristo... um Evangelho que considera o homem em sua integralidade.
Já realizamos os seguintes Projetos: Vila Rica/MT (1996), Peixoto de Azevedo/MT (1997), Guarantã do Norte/MT (1998), Palmas/TO 91999), Bela Vista/MS (2000), Tangará da Serra/MT (2001), Bataguassu/MS (2002), Barra do Garças/MT (2003), Sinop/MT (2004), Primavera do Leste/MT (2005), São Gabriel do Oeste/MS (2006), Coxim/MT (2007), Jardim/MS (2008), Lucas do Rio Verde/MT (2009) e neste ano em Três Lagoas/MS.
É importante esclarecer que além de trabalhar voluntariamente durante toda a semana, cada participante investe o valor de sua inscrição, neste projeto em particular foi de R$ 330,00. Como nem todos tem condições financeiras de se auto-subsidiar, as igrejas locais realizam campanhas financeiras para auxiliá-los.
Em nossa igreja local (Catedral Metodista de Piracicaba) foram realizados vários trabalhos financeiros com esta finalidade. Realizamos também, campanha para arrecadação de roupas e utensílios que foram transportados por caminhão... muitas caixas.
Ontem, 16.07, às 22h nossos missionários/as embarcaram para Três Lagoas: Áurea, Carlota, Hilkias, Isabel, Letícia, Nicéia, Rodrigo, Zoé. Tive a oportunidade de estar com eles e orar. Alguns irmãos e irmãs de outras igrejas metodistas do distrito também embarcaram ontem.
Oremos por nossos missionários e missionárias, pois nos representam nesta obra gloriosa de evangelizAÇÃO. Podemos dizer que eles sejam como os irmãos de Chipre e Cirene, que não se contentaram em compartilhar a Mensagem somente na sua cidade e para os da mesma “raça”, mas que saíram à compartilhar com todos, sem distinção.
Oremos por estes dedicados missionários e missionárias!


PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA CATEDRAL - Sermão sobre a importância dos Ministérios de Ação Docente e de Comunicação (28 de maio de 2010)

Check out this SlideShare Presentation:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...